Uma mulher foi condenada a um total de 8 anos e 8 meses de prisão por ter matado a adolescente Luana Calixto Bampi, de 17 anos, em um acidente em janeiro de 2021, após, embriagada, capotar o veículo que conduzia e tinha a vítima como passageira, na MS-485, na zona rural de , cidade a 351 km de Campo Grande.

Segundo a decisão, a mulher foi condenada a 6 anos e 8 meses de reclusão, a 2 anos de detenção, além de 1 ano, 6 meses e 9 dias de suspensão do direito de dirigir. A mulher ainda terá que pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais aos familiares de Luana.

Conforme consta na denúncia, a mulher, que na época tinha 20 anos, buscou a adolescente e foi com ela até uma cachoeira próximo da Escola Agrícola. Durante o passeio, a autora forneceu bebidas alcoólicas à adolescente e também fez o consumo, e ainda deixou de exigir da vítima o uso do cinto de segurança. Vídeo gravado pela vítima mostra a motorista com uma garrafa de de bebida na mão.

A acusada ainda não tinha habilitação para conduzir o veículo e estava em alta velocidade, quando em uma curva perdeu o controle da direção, bateu em um morro de terra e capotou o carro. Luana foi arremessada contra a estrutura interna do veículo e morreu ainda no local.

A sentença do Juiz da Vara Criminal de Amambai, Daniel Raymundo da Matta, condenou a motorista por homicídio culposo na direção de veículo automotor, sem possuir carteira de habilitação e condução do veículo sob influência de álcool, e ainda por fornecer bebida alcoólica a adolescente.