Glória de Dourados, 24 de Janeiro de 2022
Segunda, 20 de Dezembro de 2021 - 08h45
Mato Grosso do Sul registra quatro assassinatos na fronteira em menos de 24 horas
Uma das vítimas foi executada com seis tiros na cabeça enquanto cortava a grama de casa

midiamax

 

Orlando tinha 53 anos e morreu em frente a sua residência
Orlando tinha 53 anos e morreu em frente a sua residência - Reprodução/redes sociais

Quatro pessoas foram assassinadas somente neste domingo (19), em Ponta Porã, cidade distante 320 quilômetros de Campo Grande e que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Um aconteceu durante as primeiras horas da manhã, dois após o almoço e o outro no início da noite.

O primeiro homicídio foi registrado na região conhecida como “Favelinha”. Segundo informações policiais, a vítima foi identificada como Ederson Benites Cano, de 28 anos. Ele foi assassinado antes de chegar a sua casa.

Logo depois do almoço, três homens que estavam em frente a um bar no Jardim Primavera foram atingidos por uma dupla de moto que passou pelo local atirando. Uma das vítimas tentou fugir para uma casa, mas foi atingida e caiu morta. A outra chegou a entrar em um mercadinho, mas foi perseguida, baleada e morreu em seguida. A terceira pessoa ficou ferida e foi internada. 

As duas vítimas fatais foram identificadas como Aldenir Alves e Joaquim Antônio da Silva. O terceiro baleado foi levado para o hospital pela equipe do Corpo de Bombeiros que foi acionada logo em seguida e conseguiram levar o ferido para o Hospital Regional. Há informações que um carro de passeio e uma caminhonete também foram usados no crime.

Já a quarta vítima é Orlando do Sul Batista da Silva, de 53 anos. Ele foi morto na tarde deste domingo (19), enquanto cortava a grama da residência dele na rua Pedro Ângelo da Rosa, nº 750, com vários tiros na cabeça. O relato foi feito por um homem que estava próximo ao local do crime.

Segundo a testemunhas, Orlando cortava a grama da parte externa da casa, quando um desconhecido chegou de moto, parou do outro lado da rua e se aproximou da vítima e arma em punho disparou por pelo menos seis vezes. Os tiros atingiram Orlando na cabeça. Depois de disparar contra a vítima, o pistoleiro subiu na motocicleta e fugiu do local.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados