Glória de Dourados, 25 de Maio de 2020
Segunda, 18 de Maio de 2020 - 07h46
Frigoríficos na pandemia: MS é o estado com mais estabelecimentos paralisados do Brasil
São 11 estabelecimentos da indústria de produção de alimentos de origem animais com atividades suspensas para evitar a disseminação do coronavírus

midiamax

No cenário brasileiro, Mato Grosso do Sul é o estado com maior número de estabelecimentos da indústria de produção de alimentos de origem animal paralisados devido ao coronavírus. Segundo relatório do Ministério da Agricultura, 11 frigoríficos e outros estabelecimentos suspenderam as atividades para minimizar a disseminação do vírus.

Em MS, até o dia 8 de maio, seis abatedouros frigoríficos de bovinos, um de aves, duas unidades de beneficiamento de pescado e duas de carnes foram paralisadas. Juntos, os estabelecimentos representam 26% do total de suspensão de atividades deste setor em todo território brasileiro.

Os outros estado que possuem paralisações são: Amazonas com um estabelecimento paralisado; Goiás com três; Minas Gerais com um; Mato Grosso com dez; Pará com seis; Paraná com um, Rio Grande do Sul com cinco; São Paulo com dois; e Tocantins com um estabelecimento com suspensão das atividades. O ministério também disponibilizou um manual de recomendações para frigoríficos brasileiros evitarem a transmissão do coronavírus dentro dos estabelecimentos.

Rápida disseminação

Em Mato Grosso do Sul, a cidade mais afetada após casos de coronavírus em frigoríficos é Guia Lopes da Laguna. O município notificou o primeiro caso da doença no dia 05 de maio, a vítima seria um motorista de um frigorífico.

Após 12 dias, a cidade já ocupa o título de maior incidência do estado. Segundo boletim da SES (Secretaria de Estado de Saúde), deste domingo (17), são 990,4 casos a cada 100 mil habitantes.

O número de pessoas infectadas na cidade chega a 98, segundo maior índice de casos de MS. Como forma de contenção, o prefeito do município decretou lockdown e reforçou a conscientização nas redes sociais.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados