Glória de Dourados, 13 de Agosto de 2022
Segunda, 08 de Novembro de 2021 - 07h35
Peão sul-mato-grossense é bicampeão mundial de montaria

DouradosNews

De Ribas do Rio Pardo, o peão José Vitor Lemes, de 23 anos, o Vitinho, fez história na noite deste domingo, dia 07 de novembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Depois de conseguir a maior nota já alcançada na história do PBR (Professional Bull Riders), o sul-mato-grossense se consagrou bicampeão mundial de montaria em touros.

Após uma apresentação empolgante, Vitinho bateu o próprio recorde, conquistado no Mundial de 2022, e atingiu 98,75 pontos. A maior nota já alcançada na competição. Agora, o atleta se tornou o segundo peão da história a conquistar dois títulos seguidos, se igualando ao também brasileiro Silvano Alves, vencedor em 2011 e 2012.

 

Para casa, o rio-pardense vai levar o prêmio de US$ 1 milhão, o equivalente a R$ 5,5 milhões. Atualmente ele mora com a mulher e o filho no Texas.

Nas redes sociais, Vitor foi parabenizado por dezenas de fãs, amigos e familiares. Em perfis de esporte, ele foi chamado de “a máquina de parar em touros”.

José conheceu o rodeio através do pai, que também sempre montou. Mas com as dificuldades, devido a região não ter tantos lugares para treinar e se dedicar ao esporte, ele mudou-se para São Paulo no início da carreira para se aproximar dos rodeios. Foi no interior de São Paulo que ele conseguiu vencer campeonatos brasileiros.

De Ribas do Rio Pardo, o peão José Vitor Lemes, de 23 anos, o Vitinho, fez história na noite deste domingo, dia 07 de novembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Depois de conseguir a maior nota já alcançada na história do PBR (Professional Bull Riders), o sul-mato-grossense se consagrou bicampeão mundial de montaria em touros.

Após uma apresentação empolgante, Vitinho bateu o próprio recorde, conquistado no Mundial de 2022, e atingiu 98,75 pontos. A maior nota já alcançada na competição. Agora, o atleta se tornou o segundo peão da história a conquistar dois títulos seguidos, se igualando ao também brasileiro Silvano Alves, vencedor em 2011 e 2012.

 

Para casa, o rio-pardense vai levar o prêmio de US$ 1 milhão, o equivalente a R$ 5,5 milhões. Atualmente ele mora com a mulher e o filho no Texas.

Nas redes sociais, Vitor foi parabenizado por dezenas de fãs, amigos e familiares. Em perfis de esporte, ele foi chamado de “a máquina de parar em touros”.

José conheceu o rodeio através do pai, que também sempre montou. Mas com as dificuldades, devido a região não ter tantos lugares para treinar e se dedicar ao esporte, ele mudou-se para São Paulo no início da carreira para se aproximar dos rodeios. Foi no interior de São Paulo que ele conseguiu vencer campeonatos brasileiros.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados