Glória de Dourados, 13 de Agosto de 2022
Sexta, 17 de Dezembro de 2021 - 08h04
Com placar de 5 a 2, Vereadores votam contra o aumento projeto do código tributário que iria aumentar o IPTU

Ivinoticias

Na última sessão ordinária do ano o prefeito Valdir Sartor (DEM) obteve uma dura derrota em plenário, contando inclusive com a participação dos vereadores que compõem a base de apoio ao seu governo.

Mesmo após duas reuniões fechadas e participação de sua assessoria contábil os parlamentares, por 05 votos contrários e 02 favoráveis a Câmara rejeitou nesta terça-feira, 14, projeto de lei complementar que previa aumento de aproximadamente 40% no IPTU, novo Código Tributário.

O vereador Professor Chico (PSD), líder do prefeito Valdir Sartor na Câmara, tentou argumentar para que os vereadores votassem favoráveis ao projeto, mas foi duramente criticadas pelos vereadores contrários.

A vereadora Sara da Saúde, foi uma das mais críticas. Afirmou que o reajuste é um ato desumano neste momento pós-pandemia. “O ato de coragem, de humanismo de um pequeno comerciante que manteve seu comércio aberto para garantir empregos,  deveria ser espelho para o prefeito, o momento é de retomada, muitos perderam empregos, muitos comerciantes estão se refazendo." Disse

O presidente Juninho Lima e o vereador Flavio se posicionaram favorável, mas também foi duramente criticado pelos vereadores contrários ao projeto.

Os vereadores contrários deixaram claro que a população já se sacrificou. “O munícipe foi muito sacrificado, agora é a hora do município fazer sacrifício. Seria um golpe fatal votarmos favoráveis a este projeto de lei complementar. Somos totalmente contra esse aumento e a favor da população!" declararam.

Confira como cada vereador votou:

Contra o aumento: vereadores Sara da Saúde (PTB), Gilberto da 9° (PSDB), Edmilson da Banda (PSDB), Donizete Polícia (DEM) e Manoel da Paz (PODEMOS).

Os vereadores Flávio, Juninho Lima e Chico foram favoraveis ao projeto - Foto: Divulgação

A favor do aumento: vereadores

Professor Chico (PSD), Flávio Henrique (PSD) o presidente Juninho Lima (DEM) apesar de não precisar votar fez questão de declarar seu voto favorável ao projeto.

Ausente: vereadora Aninha da Educação, justificou através de atestado médico.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados