Glória de Dourados, 22 de Outubro de 2021
Terça, 21 de Setembro de 2021 - 07h31
Com corte de R$ 58 milhões, bancada federal de MS faz reunião para dividir emendas aos 79 municípios
Encontro foi realizado com presença de seis deputados federais e os três senadores de MS

MIDIAMAX

 

Para 2022, a bancada possui limite de R$ 212 milhões para emendas.
Para 2022, a bancada possui limite de R$ 212 milhões para emendas. - Foto: Reprodução | Redes socais.

Nesta segunda-feira (20), a bancada federal de Mato Grosso do Sul se reuniu para organizar os recursos que irão para os 79 municípios do Estado. Para o próximo ano, os parlamentares sofreram corte de R$ 58 milhões no valor total das emendas.

A coordenadora da bancada, senadora Simone Tebet (MDB), revelou que em 2021 foram R$ 270 milhões de emendas, valor que foi reduzido para R$ 212 milhões em 2022. “Por isso nós tivemos que fazer uma nova divisão, ter um pouco mais de cuidado para não prejudicar as cidades”, explicou.

Participaram presencialmente da reunião os deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT), Rose Modesto (PSDB), Bia Cavassa (PSDB), Vander Loubet (PT), Beto Pereira (PSDB). Os senadores Nelsinho Trad (PSDB) e Soraya Thronicke (PSL) participaram de forma virtual, assim como o deputado Fábio Trad (PSD).

Além dos parlamentares, tiveram horário para conversa o governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). “O governador me pediu e vamos buscar atender recursos na área da segurança pública e da saúde, que é natural”, informou a senadora.

Foi solicitado recurso que chegue rápido aos municípios. Assim, a bancada pensa na possibilidade de repassar a verba para o Estado para atender consórcios. Porém, esta “é uma questão que está pendente”.

Também devem ser atendidas instituições da educação, como a Universidade Federal, Universidade Estadual, Instituto Federal e Universidade da Grande Dourados. E por fim, o governador solicitou que dentro dos recursos para segurança pública sejam enviadas emendas para o combate aos incêndios em vegetação.

Conforme a senadora, foi solicitado que a bancada “não esqueça da questão das brigadas de incêndio de Ladário e Corumbá”. Ela ainda citou que MS deve enfrentar mais cinco anos de seca.

Divisão dos recursos

Simone confirmou uma nova reunião na semana que vem, para a divisão dos recursos. “Uma parte do Governo do Estado, uma parte do Governo Federal, para que a gente chegue até os 79 municípios de MS”, pontuou.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados