Glória de Dourados, 13 de Novembro de 2018
Terça, 15 de Maio de 2018 - 09h36
Após nova lei, número de ações trabalhistas cai 30% em Mato Grosso do Sul
Saldo caiu de 16.112 para 11.342, segundo dados do Tribunal Regional

Correio do Estado

Para especialistas, tanto trabalhadores quanto empresários não se acostumaram com a legislação que é “duvidosa” e “antagônica” - Arquivo / Correio do EstadoApós a reforma trabalhista entrar em vigor, em novembro do ano passado, o número de ações ajuizadas no Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região (TRT/MS) despencou. Conforme dados do órgão, a média mensal de distribuição de novos casos caiu de 2,6 mil para 1,8 mil.

Entre novembro de 2017 e abril deste ano, 11.342 ações foram registradas e distribuídas entre as 26 varas do Trabalho em Mato Grosso do Sul. No mesmo período anterior, entre novembro de 2016 e abril de 2017, foram contabilizados 16.112 casos. Assim, a queda corresponde a 29,6%.

Somente nas sete varas do Trabalho do foro de Campo Grande, a redução entre um período e outro foi de 1.664 ações. Antes da reforma, 5.574 novos casos foram distribuídos na Capital, ao passo que, depois dela, a quantidade caiu para 3.910.

A retração no número de ações superou os 50% em quatro varas do Trabalho do Estado: Coxim (de 551 casos para 240), Aquidauana (de 438 para 218), Bataguassu (de 432 para 262) e Amambai (de 360 para 126).

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados